Terreno da antiga Santa Casa está abandonado e oferece riscos a moradores

07101703

Sendo uma página triste na história de nossa cidade, o leilão e demolição do antigo prédio da Santa Casa de Misericórdia de Irapuru, ainda deixa diversas marcas não apenas na memória daqueles que lembram com nostalgia dos tempos do auge daquela importante unidade de saúde, mas também no aspecto urbano da cidade, como um lembrete do descaso que em muitas ocasiões levou a um triste fim, como teve a Santa Casa.
Após leiloado o prédio e todo terreno da Santa Casa, devido a problemas com a Justiça, por processos trabalhistas, o arrematante demoliu a edificação, que já estava há algum tempo abandonada, limpou o terreno e construiu guias e sarjetas em volta da área, que ocupa todo um quarteirão.
Segundo se noticiava à época, a intenção do proprietário era fazer no local um pequeno loteamento e comercializar os terrenos, o que até o presente momento não aconteceu.
O terreno aparenta estar sem limpeza há um bom tempo, pois, o mato tomou conta de toda a área, além de lixos e galhos estarem espalhados pelo local. Tal situação favorece a proliferação de animais peçonhentos e pragas como escorpiões, cobras, aranhas, ratos e insetos, ou vetores de doenças como os mosquitos transmissores da dengue e leishmaniose, o que preocupa os moradores do entorno. A área do terreno não está cercada ou murada, o que aumenta o acúmulo de dejetos no local.
“É uma situação difícil, o terreno está muito sujo e abriga lixo que é despejado por pessoas que não tem consciência, pois se aproveitam que o lugar não está cercado. Acredito que algo deveria ser feito pois trata-se de uma área dentro da cidade” – comenta um morador.
Atualmente, apenas a lateral da Rua Duque de Caxias é pavimentada, e dentro em breve a lateral da Rua Olga Berto Meneguesso receberá a camada asfáltica, trazendo benfeitorias ao local, porém a limpeza no terreno é necessária.
Os moradores clamam para que as autoridades competentes tomem providências no sentido de que o proprietário realize a limpeza periódica do local, cerque o perímetro do mesmo e sinalize a proibição de despejo de lixo, para evitar que a área traga transtornos aos que residem nas proximidades. A sugestão é que se crie uma legislação que trate da obrigatoriedade da manutenção da limpeza de terrenos urbanos por parte dos seus proprietários, e que haja punições para quem descumprir a lei.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can Deixar uma resposta, ou deixar um trackback de seu próprio site.