Desativação de balança rodoviária faz aumentar trânsito pesado em ruas da cidade

30091701

É perceptível o aumento do número de caminhões pesados que passam por nossa cidade, nas ruas e avenidas que funcionam como prolongamento da Rodovia Júlio Budiski (SP-501).
Esse aumento pode ser explicado pela recente desativação da balança rodoviária localizada em Dracena, na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), ocorrida no último dia 15/09. A balança, que fica no sentido Dracena/Junqueirópolis faz a pesagem obrigatória das cargas transportadas em caminhões e carretas que trafegam no sentido do Mato Grosso do Sul a São Paulo e norte do Paraná.
Segundo consta, o contrato com a empresa terceirizada que opera a balança, Consórcio Esteio/Conspel, encerrou em setembro do ano passado, e através de aditamento foi prorrogado por mais um ano, o qual venceu novamente neste mês.
Além da balança em Dracena, a empresa também é responsável por outra balança na região, localizada na Rodovia Arlindo Bettio (SP-613), entre os municípios de Teodoro Sampaio e Rosana, que também foi desativada.
A razão para desativação da balança, é que o edital de processo licitatório que visa contratar empresa para operar o posto de pesagem está paralisado no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.
O DER (Departamento de Estradas de Rodagem), responsável pela rodovia explica que o referido edital para contratação de empresa para prestar o serviço foi publicado no dia 9 de abril deste ano, mas em junho, uma das empresas participantes da licitação entrou com uma representação, por essa razão o processo depende do parecer do TCE para dar prosseguimento ao processo.
Enquanto o impasse não é resolvido, o peso dos caminhões e carretas que trafegam pela nossa cidade visando prosseguir para a região de Presidente Prudente e Estado do Paraná, segue não sendo fiscalizado, o que prejudica ainda mais as ruas que são utilizadas como rodovia, pois o excesso de peso das cargas causa danos a camada asfáltica e tubulações de água e esgoto.
Ainda de acordo com informações do DER, o órgão trabalha para que um novo aditamento do contrato, em caráter de emergência, seja feito para que a balança volte a operar, até que um novo contrato seja assinado.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can Deixar uma resposta, ou deixar um trackback de seu próprio site.