Editorial: Nosso ano XXIX

editorial_novo

Neste mês de agosto, este jornal entrou no seu 29° ano de circulação. Quando aqui chegamos, havia sempre a incerteza de alguns para que o projeto fosse de vida curta e que, certamente não chegaria a durar muito tempo. Mas por determinação e muito apoio de nossos leitores, entramos assim, numa marca considerada de grande importância histórica para o próprio município de Irapuru.
Nossa proposta editorial, foi a de tomar posição em favor do município, seguindo um caminho que visasse o bem estar do nosso município. Sempre defendemos os interesses da comunidade, de uma forma ou de outra e, nos colocamos como agente e parceiro procurando sempre mostrar apenas Irapuru.
Não somos uma empresa grande, mas sim uma grande empresa, vestida de idealismo e muita seriedade para com os nossos trabalhos e nossos ideais de fazer tudo por Irapuru. Participamos de informações que sempre atendam os anseios dos irapuruenses, mesmo que simples mas objetivas.
Trazemos no bojo de nosso trabalho, as experiências obtidas por 25 anos de trabalho jornalístico junto ao jornal O Estado de São Paulo. Foi com essa experiência que conhecemos dirigentes e representantes do povo de toda a região.
Tivemos o apoio de prefeitos de Irapuru, mas infelizmente nem de todos, muito embora sempre era voz corrente que todos nos apoiávam. Mas não reclamamos publicamente, porque na realidade eles é quem precisavam do nosso apoio. Fizemos sempre em favor de Irapuru.
Quanto ao legislativo, não podemos negar que esse poder foi um parceiro desde a nossa edições iniciais, pois havia sempre um respeito muito grande entre ambas as partes. Reconhecemos que, se não fomos eficientes ou vitoriosos em todas as nossas lutas, pelo menos nosso suor não foi jogado em vão, ou mesmo não atrapalhamos as conquistas da comunidade.
Sempre estivemos com nossas paginas abertas para a defesa de Irapuru e ao mesmo tempo apoiando tudo o que se pretendia fazer, em todos os campos, como anseio da comunidade.
Se foram 29 anos de luta e presenças em todas as semanas nos lares dos irapuruense, esse tempo nós consideramos como marco da nossa história e do respeito para com esse povo. Um povo determinado e que sempre nos leva o apoio necessário para que possamos nos incentivar cada vez mais nessa nossa caminhada.
Para os que no nosso lançamento, que aconteceu nas dependências do extinto ITC, recebiam o primeiro exemplar de A VOZ e, de olhos desviados levavam ao pensamento que esse jornal teria vida curta, mostramos mais uma vez, que nem sempre o pensar negativo pode levar ao insucesso, pois lutamos e nos consideramos vitoriosos.
Aos nossos críticos construtivos, como sempre foram presentes em nossa caminhada, declinamos o maior respeito por essa atitude, mas aos que tendiam para o destrutivo, mostramos que por nossa postura de respeito sempre nos colocamos como vencedores.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can Deixar uma resposta, ou deixar um trackback de seu próprio site.