Editorial: O que será das nossas crianças

editorial_novo

Irapuru como tantos outros municípios, é feito por pessoas de todas as idades e de todas as cores e de todas a crenças. É feito construindo-se as necessidades de todas essas pessoas, para que estejam sempre em tranquilidade e apoiada pelas suas forças vivas, que são elas, as resultantes de todos os trabalhos geridos pela própria comunidade.
Além da importância de se construir pontes, estradas, rede de água e esgoto, e um mundo de obras que se espalham no contexto de uma cidade do porte de Irapuru, ou até mais, não de deve esquecer que acima de tudo, o mais a ser feito, é exatamente para essas pessoas que transformam o município, num espaço que lhes garantam um futuro melhor, um futuro de progresso e desenvolvimento.
Temos realmente que pensar em tudo isso para com Panorama, se realmente quisermos que ela seja uma cidade que abrace a todos e que transforme o ruim no bom, e o desprezível em algo agradável. Mas se for apronfundar esse tópico, devemos pensar exatamente num dos mais importantes pontos para se atingir com seriedade esse progresso. Devemos pensar sim, pois temos que ter a certeza de que o nosso futuro e o próprio futuro de Irapuru, vai depender de um ponto muito importante: nossas crianças.
Sim, as nossas crianças, pois serão elas que estarão dirigindo o nosso destino, possivelmente o destino de São Paulo e até mesmo do Brasil. São pedras que nunca foram lapidadas e entendidas como de importância e de muito valor, pois caso tudo isso fosse feito, não teríamos hoje o estado em que se encontra o Brasil. São pessoas que dizem nos representar e que foram corrompidas pelo próprio sistema, de tudo para eles, sem prensar no povo que realmente trabalha, paga impostos e mantem toda essa estrutura, que foi corroída pela pouca vergonha.
O Brasil para ter jeito, será responsabilidade de todos formar bem suas crianças. Irapuru está fazendo a sua parte e acreditamos que dentro de duas décadas, já teremos uma geração de pessoas cônscias e responsáveis. Não um deputado que mente, um ex-presidente que jura nunca ter visto nada. Um presidente que voou num avião particular dizendo não saber de quem era a aeronave, mas estava estampada na escada e no seu corpo, o logotipo da proprietária. Um juiz que julgou na pura cara lavada uma situação, em que parte dos envolvidos havia lhe dado dinheiro para um instituto do qual é sócio. Enfim é uma deslavada situação que acreditamos que nas piores e desorganizadas escolas de samba, de ponta de rua, nunca se viu tamanha situação.
Realmente as nossas esperanças estão nas crianças. Elas serão as responsáveis pelo nosso futuro e nós temos o compromisso moral de ser os responsáveis pelas formações e educações dessas crianças. Temos um compromisso muito grande nessa tarefa, que até o momento Irapuru vem desenvolvendo muito bem.
Mas um problema que sempre traz preocupações aos responsáveis pelas formações das nossas crianças, é o fato de que, em muitos casos, existe a omissão dos pais. Isso é preocupante, pois são eles, os responsáveis maiores pela formação das crianças. O município de Irapuru, faz de tudo para que a sua parte seja coroada de sucesso, mas isso só é possível, caso os pais também assumam suas participações nesse processo.
Temos certeza de que o prefeito Silvio Ushijima, e o diretor da educação José Edson Moysés Filho, bem como toda a sua equipe de um modo geral, estão fazendo de tudo para que tudo seja bonito e que se tornará belo com as participações de cada pai.
Nossas crianças serão exatamente aquilo que estão fazendo por elas e…muito mais ainda! Pelo menos elas depositam toda esperança em nosso trabalho.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can Deixar uma resposta, ou deixar um trackback de seu próprio site.