Editorial: A culpa é do eleitor?

editorial_novo

Infelizmente estamos passando por mais um vexame político. Nem bem estamos saíndo de uma situação onde a operação Lava Jato rasgou as cortinas para mostrar a podridão da classe política brasileira, com pessoas que dizem ser representantes do povo, e escolhidas para defender seus interesses, a sujeira continuou da mesma forma. É que limpavam mas jogavam o lixo debaixo do tapete.
Enquantos muitos estão presos e, não apenas do PT, como sendo o único, mas de muitos outros partidos políticos, as coisas continuaram da mesma forma. É como os chefes de quadrilhas detidos em penitenciárias de segurança máxima, mas que controlam toda a operação de seu grupo, dentro da própria prisão.
O que foi recentemente uma verdadeira explosão de escândalo, envolvendo outros políticos, é uma mostra de que poucos se salvam desse mar de lama. Sabemos que “políticos” entre senadores e deputados federais, fazem de seus cargos uma profissão. São os funcionários do povo com as maiores mordomias e privilégios. Tem de tudo para seus sustentos, altos salários, plano de saúde nos melhores hospitais e tudo pago com o dinheiro do trabalhador. Carro a disposição, viagens, todos os tipos de regalias, como funcionários em números exorbitantes, moradia, telefone, etc.
Agora assistimos pela imprensa a quantia de dinheiro dos impostos do povo brasileiro desviada, e direcionada para um grande número de políticos. Enquanto isso, o prefeito municipal deve correr de porta em porta com o chapéu nas mãos, em busca de parcos recursos para atender as necessidades do povo de Irapuru. Vemos no Brasil, a calamidade do serviço da saúde, e que reflete diretamente no nosso município também.
Segundo consta, caso não fossem desviadas essas enormes quantias, em corrupção e escândalos, seriam solucionados todos os problemas da saúde no país que passariam a ser de qualidade, solucionado também os problemas da educação, da segurança, do bem estar e não haveria desemprego.
Voltamos a reafirmar que o prefeito deve correr em busca de recursos, e quando pede um montante para cobrir os custos de uma benfeitoria para o município, quando recebe, recebe pela metade. Graças a Deus, que esse escândalo não atingiu os pequenos municípios e, o desprestígio da classe política pode ficar sempre com os escalões superiores. É tão endêmica essa situação que alguns grandes municípios também seguiram o mesmo caminho, talvez aprendendo com deputados e senadores, desviando recursos públicos para proveito próprio ou de seu partido.
E desse terremoto, vale dizer que alguns deputados e senadores, como também os seus partidos, levaram como proprina, nesse esquema de corrupção, muito mais que o orçamento do nosso município. E podem colocar muito mais.
E tudo isso porque, infelizmente, mesmo de boa fé e, mais enganado por acreditar nas palavras dos candidatos, especialistas asseguram que a culpa também é do eleitor que vota de qualquer forma, sem ao menos conhecer o caráter e a dignidade de seu candidato. Mas a situação acaba sendo sempre motivo de preocupação pois devemos nos ater para o futuro dos nossos filhos. E também melhor escolher seus candidatos, pois muitos dos que estão lá dentro, acreditam que mais um vez os eleitores estarão colocando-os novamente para roubar e legislar aos seus interesses.
Mas existem alguns deputados e senadores que não compartilham com essa indecência…e mostram também, que governadores já foram citados e, até mesmo os presidentes da república, a que saiu e o que está.
A Operação Lava Jato abriu as portas e está atingindo uma grande área, até mesmo em estados e municípios e empresas privadas. Todos com culpa no cartório.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can Deixar uma resposta, ou deixar um trackback de seu próprio site.