Irapuru recebe prêmio do Programa Município VerdeAzul 2016

11021703

Lançado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o Programa Município VerdeAzul tem o propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios, estimulando e auxiliando as prefeituras dos municípios paulistas na elaboração e execução de políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável.
Como forma de incentivo, todos os anos é lançado um ranking, onde os municípios são avaliados e pontuados seguindo determinados critérios quanto a eficácia de ações voltadas ao meio ambiente.
Em 2016, Irapuru ficou em 119º lugar, recebendo a pontuação de 70,38 no ranking. O município vem conquistando posições ao longo dos anos, pois em 2008, ano em que o ranking foi lançado, amargava a 254ª posição com apenas 35,96 pontos.
Recentemente, o prefeito Sílvio Ushijima esteve em São Paulo para receber o prêmio relativo ao ano de 2016, que não somente incentiva o município a promover ações relativas ao meio ambiente, mas também abre portas para o recebimento de recursos governamentais para investimentos neste setor.
O atual secretário da Agricultura e Meio Ambiente do município, Milton Idie, esteve em nossa redação e falou à reportagem acerca das oportunidades que se abrem com o Programa Município VerdeAzul e das suas expectativas frente à secretaria.
“Esta conquista no Programa Município VerdeAzul, permite o município celebrar diversos convênios junto ao Governo do estado. O mérito desta conquista é do prefeito Sílvio, juntamente com o ex-secretário Marcio Idie e o engenheiro ambiental que estava na época, André Naoe. Embora, este não é um feito apenas do poder público, e sim de toda a sociedade, de entidades como o Lions, com suas campanhas do lixo eletrônico e recolhimento de óleo usado, o pessoal da coleta seletiva e pessoas que tem colaborado com este trabalho” – declara Milton.
Buscando não apenas subir no ranking, mas tornar o município sustentável, a Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente está realizando um planejamento que possibilite este objetivo.
“É um projeto ambicioso que vai atuar em diferentes frentes, ele tem ações que serão implantadas a curto, médio e longo prazo, que exigirá o envolvimento de toda a comunidade. Uma das ações, em conjunto com o legislativo, será implantar a coleta seletiva por lei, isto permitirá punições e multas, além de incentivos para quem participar. Outra diretriz é em conjunto com os produtores rurais, criar um programa de recuperação de mata ciliar nos cursos da água da área do município. A grande maioria de nossos produtores é de pequeno porte, por isso o projeto é voltado para este tipo de produtor, com ações como implantação e planejamento de culturas que possam gerar renda para estas famílias e parcerias com compradores para estas produções. Em contrapartida a este suporte, o produtor participará do programa de reflorestamento das matas ciliares em sua propriedade” – declara o secretário.
Segundo Milton Idie, neste primeiro momento, está sendo feito um levantamento das nascentes e córregos do município, a fim de planejar os procedimentos do futuro programa de reflorestamento das matas ciliares.
“Esta é a parte que demanda longo prazo no projeto. De acordo com o levantamento que estamos fazendo, a extensão de córregos que temos na área do município passa dos 150 Km, é um trabalho para muitos anos, mas dar o pontapé inicial é necessário e esperamos fazer isso em breve. Nosso desejo é nos tornar referência na área de meio ambiente” – finaliza Milton Idie.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can Deixar uma resposta, ou deixar um trackback de seu próprio site.