Editorial: A hora e a vez de acreditar…

editorial_novo

Estamos no final de mais um ano. Um ano que para todos nós foi marcante por tudo que aconteceu, em especial no cenário político que infelizmente atingiu também o econômico. Mas infelizmente também, quando a classe política superior, aquela que colocamos para nos representar e defender nossos interesses, simplesmente na sua grande parte demonstrou uma falta de respeito para com a população e acima de tudo para com Deus, que como Criador de todas as coisas, deixou a política para que os homens de bem usassem essa arma em defesa do próprio bem.
Mas chegou o demônio, cujo anjo da maldade desafiou a Ele, e introduziu em grande parte dos políticos brasileiros a politicagem. Se entregaram de corpo e alma para a falta de respeito e de compostura para com eles próprios. Demonstram indecência e falta de dignidades para com o povo. Implantaram a corrupção como forma de seguir ao diabo, abandonando o povo brasileiros fiéis a Deus.
E infelizmente, esses comportamentos que foram mostrados por políticos de todos os cargos, acabaram atingindo também grande parte de municípios, como bem vem mostrando a imprensa. É uma falta de vergonha, de respeito e acima de tudo de não fazer o mínimo para honrar as calças que vestem.
Muitos frente a lei e ao anseio do povo para que paguem pelo que estão fazendo, querem agora entre muitos deputados e senadores, aprovarem leis que os absorvam e os declarem inocentes, tentando incriminar autoridades do judiciário que estão procurando passar o Brasil a limpo. Querem que os juizes, promotores, procuradores e afins que sejam processados pelo fato de quererem prender ladrões. Mas são ladrões especiais que jamais deveriam ganhar qualquer tipo de perdão, pois roubar uma pessoa é uma coisa, mas roubar dinheiro público que é do povo, aí é uma outra. É, realmente se gritar “pega ladrão, não fica um meu irmão…” Dentre toda esse gente, existem alguns anjos que se salvam pois o demônio não pode dominar o Brasil, que é um país de pessoas tementes a Deus e fiéis a seu credo.
Político que jamais poderão usar o nome de Jesus em seus mandatos, pois agora misturou tudo. Católicos, evangélicos, todos representados nessa corja de indecentes. Garotinho, Eduardo Cunha e tantos outros que até tempos atrás bradavam o nome de Jesus em suas igrejas… Câmara Federal e Senado não merecem mais qualquer respeito, pois eles fizeram, pisaram e se lambuzaram todos.
Mas nos restam tão somente acreditar nos nossos representantes, tanto ao prefeito, vice e vereadores. Eles pelo menos nós conhecemos, mas infelizmente devem ser considerados também como integrantes da classe política. Mas vamos considerar como os políticos do bem.
Todos eles, podem ser criticados por populares, pelos erros que outros cometeram, cometem e continuarão a cometer. Mas devemos entender que os nossos representantes que assumem no dia 01 de janeiro são pessoas de bem, são pessoas que não nasceram com o espírito de agir como muitos dos deputados federais e dos senadores que vivem em mordomias e aposentadorias com apenas oito anos de vida boa que chamam “trabalho”.
Vamos respeitar e acreditar em nossos representantes, pois eles não tem culpa das indecências do Congresso, onde dali escapam bem pouco. Vamos valorizar mais nossos vereadores, nosso vice e nosso prefeito, pois lá de cima, ninguém, está se importando com o povo e muito menos com os problemas do nosso município. Vamos nos unir mais que nunca e, pedir a Deus pelos nossos representantes.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
You can Deixar uma resposta, ou deixar um trackback de seu próprio site.